PLATAFORMA CEJA

Carlos Eduardo Bielschowsky

Carlos_Eduardo_Bielschowsky

Carlos Eduardo Bielschowsky

Graduação em física pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1977), mestrado em pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1980) e doutorado em Física pelo Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (1984), atualmente é professor associado da Universidade Federal do Rio de Janeiro cedido para o governo do Estado do Rio de Janeiro. Atuou desde o início da carreira até 2011 na área de Química, com ênfase em Físico-Química, principalmente nos seguintes temas: colisao eletron-atomo e eletron-molecula, espectroscopia atomica e molecular, fisica atomica e molecular, espectroscopia molecular e colisao eletron-molecula, com cerca de 50 artigos completos publicados em revistas na área, tais como Physical Review e Chemical Physics Letters. Desde a década de 80 vem atuando também na área de educação, tendo participado de diversos projetos na UFRJ, tais como o processo de avaliação Institucional da UFRJ, como presidente da comissão permanente de avaliação COOPERA, a implantação de 55 laboratórios de informática em graduação, da comissão do Paiub/MEC e o projeto de Reconstrução da Infraestrutura das IFES também no MEC. Coordenou de 1989 a 1997 a elaboração e a implementação do consorcio CEDERJ que reune as seis Universidades públicas do Estado do Rio de Janeiro, UFRJ, UERJ, UNIRIO, UFF UENF e UFRRJ, o governo do Estado do Rio de Janeiro e atualmente faz parte da Universidade Aberta do Brasil. Este consórcio oferece hoje 12 cursos de graduação a distância a cerca de 25 mil alunos em 32 polos regionais em todo o Estado do Rio de Janeiro, oferecendo também cursos de extensão para formação continuada de professores, bem como o pré-vestibular social para 20.000 alunos e atividades de divulgação científica tais como museus de ciência, a praça da ciência ambulante e o projeto ver ciência. Ocupou entre junho de 2007 e dezembro de 2010 a posição de Secretário de Educação a Distância do Ministério de Educação tendo sido responsável pelos seguintes projetos principais: i. proinfo integrado (TIC nas escolas públicas com ações de infra-estrutura, capacitação de professores e conteúdos digitais, inclusive a concepção e execução de www.portaldoprofessor.gov.br hoje com cerca de um milhão de acessos mensais e do projetor proinfo integrado hoje em 50 mil escolas); ii. a supervisão e regulação da área de Educação Superior a Distância no Brasil com a criação de referenciais de qualidade, instrumentos e sua aplicação para a regulação e supervisão dos sistemas de educação a distância das Universidades Brasileiras; iii. o ensino técnico à distância (e-tec Brasil); iv. participação da criação da Universidade Aberta do Brasil inicialmente na SEED e atualmente na Capes; v. concepção e implementação do Plano Nacional de Formação de Professores do Brasil, sendo responsável pela criação e implementação da Plataforma Paulo Freire. Desde janeiro de 2011 volta a ocupar a presidência da Fundação Cecierj / consórcio Cederj, com destaque para as seguintes ações: i. Seja Profissional: Sistema de Educação a Distância de Jovens e Adultos, composto da oferta de ensino fundamental e médio, de cursos de formação profissional inicial, do pré-vestibular social e dos cursos de graduação do Cederj, somando 90 unidades escolares com 100 mil alunos; ii. Curso de especialização lato senso inovador de professores da rede, atualmente com 3000 professores em Língua Portuguesa e Matemática iii. Co-coodenação, junto com a Secretaria de Educação, da concepção e implementação do currículo mínimo da rede, do reforço escolar para alunos do ensino médio e da concepção e futura implementação de um projeto piloto de Eja presencial de ensino médio em 10 escolas. Nos últimos anos vem migrando sua atividade de pesquisa para a área de Educação, com a publicação de vários artigos nesta área, e desde abril de 2011 é o editor chefe da Revista Brasileira de Educação a Distância da ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância. (Texto informado pelo autor). Extraído da Plataforma Lattes

UNIVERSIDADES CONSORCIADAS

APOIO

Governo do Estado do Rio de Janeiro