PLATAFORMA

Convênio prevê polo de educação superior no Complexo de Gericinó

                                                                                                       Foto: Vanessa Oliveira (Seap)Assinatura do Convênio Seap x SECTDS (8) (1)

                         Da esquerda para direita –  Presidente da Fundação Cecierj, Carlos Bielschowsky; os promotores de Justiça do MP/RJ, Renata Carbonel Cyrne;  Rogério Pacheco e Andrezza Duarte Cançado; o secretário de Administração Penitenciária, o coronel Erir Ribeiro Costa Filho e o Chefe de Gabinete da Chefe de Gabinete da Secretaria de Ciência Tecnologia e Desenvolvimento Social do RJ, Coronel Victor de Souza Yunes

 

A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Social (SECTDS), por intermédio da Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio do Janeiro (Cecierj), e a Secretaria de Administração Penitenciária assinaram, nesta quinta-feira (08/06), Termo de Cooperação Técnica com a  3ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Proteção à Educação da capital para a implantação de projeto de educação superior a distância no sistema prisional do estado.

O projeto visa à construção de uma edificação no Complexo de Gericinó que funcionará como um polo Cederj, onde internos que obtiverem nota e passarem no Enem poderão cursas uma graduação dentro do Complexo. Todos os internos, de todos os regimes que se interessarem poderão fazer o Exame Nacional de Ensino Médio e tentar cursar uma universidade.

– Hoje, estamos dando mais um passo importante para recuperação e esperança de um futuro melhor para os apenados do sistema prisional do Estado do Rio. Além do projeto “Refazendo histórias”, onde presos do regime-aberto já estão trabalhando na secretaria, concretizamos com a assinatura desse convênio o polo de educação superior à distância nos presídios. Serão oferecidas 160 vagas por ano, o que representa 1,14% do universo total dos nossos estudantes. Um aproveitamento de vagas que já estavam ociosas, uma vez que a evasão é de 20%. Agora, iniciamos no Complexo de Gericinó a concretização do sonho de muitos, que serão apenas os primeiros a mudar suas vidas através do ensino a distância, ressaltou o Secretario de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Social, Pedro Fernandes.

De acordo com o Promotor Rogério Pacheco, da 3ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva da Educação, a iniciativa surgiu dos próprios presos. “O Ministério Público recebeu algumas cartas de internos, em especial dos que cumprem pena em regime fechado, relatando a dificuldade de acesso à universidade, mesmo sendo aprovados no Enem. A Fundação Cecierj e a Seap receberam a ideia com muito entusiasmo e, com isso, construímos o Termo de Cooperação Técnica que prevê a criação de um polo de educação superior a distancia dentro do Complexo de Gericinó. Esse passo é fundamental, pois se há alguma porta de saída que resgate a dignidade do preso é pela educação – destacou o Promotor.

Para o presidente da Fundação Cecierj, Carlos Bielschowsky, é essencial oferecer aos apenados uma perspectiva de futuro, motivando-os para vencer o período de cárcere através do conhecimento, e preparando os internos para sua reinserção no mercado de trabalho. Com isto, estaremos não apenas mudando a trajetória de vida destes internos, como também de toda a sua família.

 

 Polo de educação superior a distância

 Consórcio Cederj
O Consórcio Cederj é formado por sete Instituições públicas de Ensino Superior no Estado do Rio de Janeiro (CEFET, UENF, UERJ, UFF, UFRJ, UFRRJ E A UNIRIO) em parceria com a Universidade Aberta do Brasil (Mec/Capes/UAB) e com a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Social do Estado do Rio de Janeiro, por intermédio da Fundação Cecierj e tem como objetivo a oferta de cursos de graduação a distância, na modalidade semipresencial para todo o Estado.

Como é o aprendizado
Por meio do modelo semipresencial de ensino, o Cederj proporciona ao aluno um ambiente virtual de aprendizagem (pela internet) e acesso aos tutores para apoio direto ao conteúdo das matérias. Os estudantes são incentivados a participar das atividades propostas e assistidos na metodologia de educação a distância (EAD), com ênfase na necessidade de se adquirir autonomia na aprendizagem. Além disso, o aluno recebe gratuitamente todo material didático do curso na forma online e impressa. As avaliações presenciais ocorrem em datas e horários pré-determinados.

Foto: Vanessa Oliveira (Seap)2 Assinatura do Convênio Seap x SECTDS (12)

 

UNIVERSIDADES CONSORCIADAS

APOIO