PLATAFORMA

Inaugurado polo Cecierj – Faetec em Barra do Piraí 

O Governo do Estado inaugurou nesta quarta-feira, em Barra do Piraí, na Região do Médio Paraíba, um Polo Total da Fundação Cecierj, que inclui Cederj e Ceja, e nova unidade da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec),  instituições vinculadas à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti).
O prédio possui três andares, sendo o térreo e o primeiro andar destinado à Fundação Cecierj. O terceiro andar contará com as instalações da Faetec Barra do Piraí.

“Essa inauguração é muito importante para a Fundação não só por oferecermos um local mais moderno para os nossos alunos, mas por conseguirmos juntar o Cederj e o Ceja no mesmo lugar e porque agora teremos condições de ampliar a oferta de cursos na região”, diz presidente Carlos Eduardo Bielschowsky, que no discurso de inauguração pontuou que: “O que estamos fazendo aqui é histórico. Não sei se temos ideia da dimensão da importância que uma unidade como essa, que unirá em um só lugar ensino fundamental e médio, graduação e ensino técnico. O aluno que entrar aqui poderá escolher entre as melhores opções.”
presidente_cecierj

A fala do professor é reiterou pela diretora do Polo Eveliane Soares Teixeira:

“Nós queríamos essa mudança justamente pela possibilidade dela levar ao aumento no número de cursos de graduação. Antes a gente usava a sala de aula de uma escola, agora teremos nossas próprias salas, uma biblioteca enorme e um bom auditório, quer dizer, receberemos nossos alunos ainda melhor”.

O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Leonardo Rodrigues, também esteve presente na cerimônia e fez questão de falar sobre a importância do Ceja, programa de educação de jovens e adultos administrado pela Fundação Cecierj.

“Nós estamos falando de cursos de graduação, cursos técnicos da Faetec. Essa é uma unidade que vai transformar a vida das pessoas. nós temos aqui o Ceja que é uma escola, que ao meu entender, talvez seja o programa mais importante de educação do Estado do Rio de Janeiro, porque dá oportunidade para as pessoas conseguirem estudar, pessoas que necessitam dessa formação para dar prosseguimento na sua vida, para ter um currículo qualificado, para buscar um emprego. Precisamos olhar para essas pessoas”, disse o secretário Leonardo Rodrigues.

UNIVERSIDADES CONSORCIADAS

APOIO

Governo do Estado do Rio de Janeiro